Avenida Paulista já foi exemplo de Design Urbano

A Prefeitura de São Paulo apresentou, no último dia 13, projeto que prevê a instalação de novos relógios de ruas e abrigos para ônibus na cidade de São Paulo, além da utilização desse mobiliário como veículo de propaganda.

Após a Lei Cidade Limpa, que proibiu publicidade externa na Cidade de São Paulo, a metrópole voltará a ter publicidade.

O projeto, que permite colocação de propaganda no mobiliário urbano, prevê que uma empresa faça implantação e reposição dos relógios, e outra construa abrigos de ônibus e instale os totens. O processo de licitação está aberto para empresas estrangeiras. A concessão será de 25 anos. Ao todo, a cidade ganhará mil relógios de ruas, 7.500 abrigos de ônibus e 14 mil totens que fornecerão informações aos passageiros. Isso deve representar um aumento de 15% de pontos e abrigos na capital.

A Av. Paulista, por exemplo, ganhará 96 anúncios em abrigos de ônibus e relógios de rua. As 35 paradas de ônibus serão mantidas e os relógios, passarão de 5 para 13. Média de uma propaganda a cada 27 metros.

O que preocupa, não somente, mas particularmente no caso da Avenida Paulista é que esse espaço urbano teve um projeto total de design urbano realizado pelo renomado escritório de João Cauduro e Ludovico Martino, implantado na década de 1970, o que torna essa avenida um único exemplo de harmonia estética na cidade.

Há muito, a avenida mais querida dos paulistanos vem sofrendo violências de todo o tipo: a substituição dos abrigos de ônibus elegantes projetados por Cauduro-Martino por aqueles abrigos metálicos “pseudo-design” e, mais recentemente, os novos postes de iluminação pública, algo cibernéticos, a supressão dos bancos geométricos que conferiam graça serpenteando pelas calçadas, a “concretação” absoluta das calçadas de mosaico português, que somente resistiu, pelo que me lembre, à frente do Conjunto Nacional.

Enfim, mais um símbolo de identidade que vai, aos poucos desaparecendo.

O mesmo projeto Cidade Limpa é cheio de méritos, porém há coisas discutíveis, como a flexibilização do histórico letreiro do Itaú no relógio digital do Conjunto Nacional, pela Prefeitura, para render um contrato milionário.

É preciso verificar se há no edital menção à necessidade de que o projeto dos abrigos, relógios e totens tenham, obrigatoriamente, que ser desenvolvidos especialmente por designers ou arquitetos, e que se harmonizem com a cidade.

Com certeza, caberia a contratação, por concurso público, por exemplo, de projeto de design e urbanístico para o novo mobiliário urbano da cidade que poderia incluir, ainda, os bancos, lixeiras, sinalização vertical etc.

Num momento em que a cidade se posiciona como principal polo da Economia Criativa, é a oportunidade de rever as formas de contratação desse tipo de serviço que podem causar uma interferência na cidade e a gradual perda de símbolos com os quais nos identificamos.

São Paulo necessita de um design total, tal qual foi feito na Avenida Paulista nos 1970, para seguir o exemplo de outras cidades no mundo que recuperaram sua vitalidade por meio da aplicação do design urbano.

Sobre Associação dos Designers de Produto

A Associação de Designers de Produto - ADP é uma sociedade civil sem fins lucrativos, de caráter cultural e de âmbito nacional, que tem o objetivo de aproximar os profissionais, estudantes, instituições e empresas atuantes na área, com a finalidade de desenvolver, promover, divulgar, regulamentar e apoiar a atividade do design no Brasil. Fundada no dia 5 de novembro de 2002 - Dia do Design, a aDP tem o desafio de representar os designers de produto junto à sociedade e instituições para promover o design brasileiro. A ADP promove discussões, seminários, workshops, exposições, palestras, concursos e cursos complementares além de editar publicações impressas e eletrônicas para atualizar e informar o profissional de design e a sociedade.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s